APEMA
APEMA
PM LIBERTA 23 REFÉNS E DETÉM SETE CRIMINOSOS APÓS ROUBO EM LOJA
PM LIBERTA 23 REFÉNS E DETÉM SETE CRIMINOSOS APÓS ROUBO EM LOJA
A Polícia Militar deteve sete criminosos, na tarde desta quarta-feira (25), após o grupo roubar uma loja de eletroeletrônicos na Rua Parapuã, Brasilândia, zona norte de São Paulo.
 
A quadrilha entrou na loja e fez clientes e funcionários reféns. Policiais da 3ª Companhia do 18º Batalhão Metropolitano foram chamados e imediatamente seguiram até o local. Ao entrar no estabelecimento, três dos criminosos se renderam: um desempregado (23 anos), um pizzaiolo (25) e um adolescente (17).
 
Outros dois – um desempregado (32 anos) e um pintor de paredes (27) - tentaram fugir pelo piso inferior, mas foram presos. Durante vistoria na loja, os PMs encontraram, no chão, um revólver calibre 38, pertencente ao vigilante do local.
 
O segurança havia sido rendido pelo bando durante o roubo. A arma, o colete balístico e o celular que tinham sido levados foram, posteriormente, recuperados.
 
Apoio e negociações
 
Prosseguindo pela loja, os policiais encontraram um sexto integrante do grupo. Ele estava no piso superior com alguns reféns. Neste momento, equipes das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) chegaram para auxiliar nas negociações.
 
O criminoso, um manobrista (26 anos), se entregou minutos depois. Ele estava com uma pistola calibre 380, com numeração raspada.
 
O último a ser detido foi um cabeleireiro (28). Ele fazia clientes e funcionários reféns na área do estoque, nos fundos do estabelecimento. Após quatro horas de negociação, ele se rendeu e entregou aos militares o revólver calibre 38 com numeração raspada que usava para ameaçar as vítimas.
 
Segundo a PM, os 23 reféns foram liberados ilesos. Nenhum tiro foi disparado durante a ação. Levados ao 72º Distrito Policial (Vila Penteado), todos os sete foram reconhecidos pelas vítimas.
 
Celulares recuperados
 
Em poder do grupo estavam três chaves de carros, que foram encontrados nas proximidades. Os veículos Toyota Etios branco, Fiat Uno branco e Fiat Pálio cinza foram apreendidos. Segundo testemunhas, um oitavo integrante da quadrilha teria fugido em outro carro, um Meriva preto.
 
Além das chaves, foram recuperados um notebook, no valor de R$ 2.300, e 256 celulares, no valor total de R$ 223.251,69. Representantes da empresa se comprometeram a verificar se estava faltando algum produto e informar à Polícia Civil.
 
As armas foram encaminhas para perícia. O adolescente foi encaminhado à Vara da Infância e Juventude. Os detidos se encontraram à disposição da Justiça. O caso foi registrado no 72º DP como roubo a estabelecimento comercial, corrupção de menor de 18 anos, associação criminosa, ato infracional por roubo e localização / apreensão de objeto, veículo e adolescente.
 
Fonte: SSP - SP - Rodrigo Paneghine, com informações da Polícia Militar
 
Todos os direitos reservados © 2016 APEMA - Associação dos Policiais Militares, Exército Marinha e Aeronáutica do Brasil. Site produzido por: www.catcomunicacao.com.br